terça-feira, 14 de agosto de 2012

SANTA HELENA, IMPERATRIZ - PADROEIRA DOS DIVORCIADOS E DOS CASAMENTOS EM DIFICULDADES - 18 DE AGOSTO


 

Flavia Iulia Helena, também conhecida como Santa Helena, Helena Augusta, e Helena de Constantinopla, (Bítínia, 250 — Constantinopla, 330) foi a primeira mulher de Constâncio I Cloro, e a mãe do Imperador Constantino o Grande. 






Como nunca recebeu o título oficial de Imperatriz de Roma como esposa do imperador, a maior parte dos historiadores defende que Helena nunca foi casada oficialmente com Constâncio, tendo sua união recebido apenas um reconhecimento superficial. 




 






De acordo com a tradição cristã, teria sido ela quem descobriu o local de crucificação de Jesus Cristo, tendo sido lá erguida a Basílica do Santo Sepulcro.

 

Origens familiares

Helena nasceu numa família modesta de Drepanon, cidade na província de Bitínia, na Ásia Menor (atual Turquia

 conheceu Constâncio Cloro era apenas uma serva e este ainda não tinha o título de César.

 Por esta razão, não existiu uma oposição à relação.

 Por motivos políticos, Constâncio divorciou-se de Helena para se casar com Flavia Maximiana Theodora, que era filha natural ou adotiva do imperador Maximiano, que o tinha nomeado como co-regente.






  

 

Augusta

Quando Constantino se tornou imperador em 306, Helena saiu da situação marginal em que se encontrara nos últimos treze anos. 

Helena adquiriu poder, tendo financiado a construção da nova capital do império, Constantinopla. 

Em 324 recebeu o título de Augusta, junto com a sua nora, Flavia Maxima Fausta.




 


Helena converteu-se ao cristianismo e algumas tradições fazem dela responsável pela conversão do filho, que em 313 tinha mandado publicar o Édito de Milão através do qual se passava a tolerar o cristianismo. 



Helena era próxima do bispo Eusébio, sendo uma apoiante do arianismo, tendo utilizado seu dinheiro para apoiar esta causa.



















Helena gostava muito do seu neto mais velho, Crispus Caesar (filho de Constantino e de Minervina, uma relação ocorrida antes do casamento com Fausta), que foi nomeado pelo pai governante da Gália.



 Contudo, por volta de 326 Constantino decretou a execução de Crispus, então com vinte anos, que teria tentado seduzir a madrasta. 


Alguns dizem que, em vingança pela morte do neto, Helena teria mandado matar Fausta, porém não existem provas cabais disso, para comprovar essa afirmação.

 

 

 

 

 


Helena na Palestina

Logo após a morte de Fausta, Helena, que teria já perto de oitenta anos, fez uma peregrinação à Palestina. 

Lá dedicou-se a identificar os alegados locais onde se teria passado episódios da vida de Jesus Cristo.

 Ordenou a construção de igrejas, como a da Natividade em Belém e o Santo Sepulcro em Jerusalém. 

Helena faleceu pouco tempo depois de ter regressado da peregrinação, em Constantinopla, tendo sido sepultada em Roma.



   








Relicário com a cabeça de Santa Helena




 

Em 337 foi anunciado que a cruz onde Cristo foi crucificado (Vera Cruz ou Cruz Verdadeira) teria sido descoberta no Gólgota, tendo Helena sido identificada pela tradição com esta descoberta em finais do século IV.





Santa Helena

Foi rainha, e a mãe do primeiro imperador cristão, Constantino, o Grande .
Foi Constantino que promulgou o Édito de Milão. Graças a este decreto o cristianismo foi considerado uma religião que tinha os mesmos direitos das outras religiões. 

Foi o primeiro passo para que, anos mais tarde, outro imperador, Teodósio, convertido ao cristianismo, tornasse o cristianismo a religião oficial do Império Romano.

Ela nasceu em Britynia e casou-se com um general romano Constancius I Chlorus, pelos idos de 270. 

Constancius foi feito Cezar em 293.

Logo divorciou-se de Helena e casou-se com a filha do imperador Maximiliano. 

Constantino tornou-se imperador em 312, logo após a vitória da Ponte de Milvian e Helena foi nomeada Augusta ou Imperatriz.

Ela se converteu para o catolicismo e fez vários atos de caridade, construiu várias templos e igrejas em Roma e na Terra Santa.



 




 Numa das suas viagens a terra santa, teria tido visões, sonhos, que a ajudaram a descobrir a cruz na qual foi crucificado Jesus. 





Ela parece ter morrido na Nicomédia. 

O seus restos estão em um sarcófago no Museu do Vaticano. 





 






 Sarcófago de Santa Helena







Na liturgia da igreja, Santa Helena é mostrada como uma imperadora , segurando uma cruz.

Sua festa é celebrada no dia 18 de agosto

Ainda sobre Santa Helena:


 







A cruz foi encontrada numa cisterna no dia 3 de maio a leste do Monte Calvário. 




A historia de Santa Helena encontrando a cruz é objeto de um poema muito celebrado chamado Elene de Cynelwulf.

Em 395, 65 anos após a morte de Helena, São Ambrósio de Milão fez um sermão no qual ele disse que Helena havia encontrado a cruz onde Jesus tinha sido crucificado, mas também tinha encontrado aquele que alí tinha sido morto, ou seja Jesus.



 





 Ela, disse São Ambrósio,  tinha adorado não a madeira mas sim o Rei que ali tinha sido pendurado e que assim ela havia encontrado a imortalidade.





 A descoberta de Helena é também atestada por Rufinus e Sulpicius Severus no 4° seculo.

Parte da cruz ficou em Jerusalém e parte foi levada para Roma e alguns fragmentos foram distribuídos para um grande número de igrejas. 

Isto indica que Santa Helena queria que a cruz fosse de toda a Igreja.





 



 






Santa Helena não é uma santa somente porque ela encontrou a cruz de Cristo. 

Ela amava os pobres e vestia com modéstia e humildade. 

Euzébio escreveu que Helena passou seus últimos anos na Palestina, continuamente adorando e venerando ao lado de todos na igreja, humildemente vestida, igual as outras mulheres que estavam ali orando.

Em adição a isto, ela enfeitou as igrejas com ornamentos e decorações não esquecendo das mais simples capelas e dos pequenos vilarejos.

 Construiu basílicas no Monte das Oliveiras (A Eleona) e em Belém, viajando através de toda a Palestina, e era conhecida pela sua bondade com todos, pobre, soldados, e prisioneiros e muitos milagres foram a ela atribuídos.

 Quando ela morreu seu corpo foi solenemente levado de volta a Roma. 

A ilha do Atlântico chamada de Santa Helena, tem este nome porque os marinheiros espanhóis a encontraram no dia de sua festa.

Na arte litúrgica da igreja católica ela é mostrada :




 




1) Vestida como rainha e segurando uma cruz 

ou 2)Indicando a localização da Cruz,

3) A cruz sendo revelada a ela, em seus sonhos ,

4) Organizando e supervisionando a busca da cruz, 

5) Como uma lady medieval, com uma cruz e um livro como no mosaico Bisantino em Hagia, Sophia e nos mosaicos gregos, 

6)Com a cruz e os pregos, como nos mosaicos russos

Ela é invocada contra o trovão e o fogo.
E é a padroeira dos pintores e fabricantes de agulhas.

 

 

 

Oracao do Sonho de Santa Helena

(para pedir uma revelação em sonhos)

 

Oh, minha Santa Helena dos Gentios, vós viste Cristo a favor do mar, vós fizeste uma cama debaixo de um pé de junco verde e nela deitou-se, e dormiu e sonhou que o vosso filho Constantino era Imperador em Roma.
Assim, pois, minha nobre senhora como o vosso sonho foi verdadeiro, vós mostrai-me em sonho.....(pergunta-se o que se quer saber).
Se isto tiver de acontecer, vós mostrai-me casa clara, igreja aberta, mesa bem ornada, campo verde e florido, luz acessa, água limpa e corrente ou roupa lavada. Se isto não tiver de acontecer, vós mostrai-me casa escura, igreja fechada, mesa desarrumada, campo seco, luz apagada, água turva ou roupa suja.

Rezar esta oração, um Pai Nosso e uma Ave Maria para Santa Helena todas as noites até sonhar com uma dessas coisas

 

 Esta oração é para ser avisado, em sonhos,
de perigos e revelações que possam
acontecer.

 


Minha beata Santa Helena, vós pecadora,
hoje Santa, diante de nossos senhor Jesus
Cristo, quando ele os encontrou, dizendo: "
Que quereis de minha pessoa?"
Vós respondestes:

 

 "3 cravos, senhor. um
para consagrar e botar no mar, para
defender de ondas e tempoestades,
defender os naufragos e salvar os perdidos
no mar.

 


Outro para o meu filho Constantino, para
vencer guerras e batalhas em defesa dos
cristãos, conversão dos herejes pagãos e
todos os que praticam maldade e quebrantar
as correntes do mal.


Outro para sonhar e re-sonhar, revelar-me
de todos os perigos, mostrar-me tudo o
quanto vos pedir por meio de sonhos e
visões, em bons sinais, com campos verdes,
aguas claras, festas e tudo novo, caso
contrário, campos queimados, aguas turvas
e tudo velho."
Só se reza esta oração na véspera de quinta
para sexta e de sexta para sábado, e se o
sonho for ruim ao acordar rezam-se 3 pai
nossos 3 aves maria e um credo.

 

 

Oração a Santa Helena

Pedir que nos livre dos maus pensamentos e de todas as aflições
 
 
 
 
 
Gloriosa Santa Helena, casta esposa do imperador Constancio I Cloro,  Vós recebestes do céu a valiosa graça de descobrires o local onde tinha sido oculta a Santa Cruz onde Nosso Senhor Jesus Cristo derramou o seu sagrado sangue pela redenção da humanidade.
Tiveste um sonho, no qual vistes a Santa Cruz nos Vossos braços. 
 
Descobristes a Cruz de Nosso Senhor, a Sagrada Coroa de espinhos, os sagrados cravos com que os seus algozes pregaram as suas mãos e os seus pés no madeiro.
 
 
 
 
 
 
Destes um cravo ao Vosso filho, Constantino. Ficastes com outro e o terceiro atirastes ao mar, para amainar a tempestade que ameaçava afundar o barco em que conduzíeis a Santa Cruz.
Pela Cruz que descobristes, pela Coroa de espinhas e pelos Cravos, eu Vos peço, Santa Helena, sede a minha advogada, junto a Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Defendei-me, Senhora, das tentações, dos perigos, das aflições, dos maus pensamentos dos pecados.
 
Guiai-me nos meus caminhos, dai-me a força de suportar as provas que me forem impostas por Deus, livrai-me do mal.
Assim seja.
 
Rezar um Credo, um Pai Nosso, uma Avé Maria, e uma Salve Rainha.








COROA DE SANTA HELENA
 SARCÓFAGO DE SANTA HELENA



SANTA HELENA E CONSTANTINO













 

 

FONTES:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Helena_de_Constantinopla

http://www.cademeusanto.com.br/santa_helena.htm

http://sextosentido.spaceblog.com.br/660153/ORACAO-SONHO-DE-SANTA-HELENA/


5 comentários:

  1. Sou divorciada e não sabia q tinha uma Santa protetora , gostei de conhecer a vida de sta. Helena e a oração de revelação em sonhos....!

    ResponderExcluir
  2. Morei em Sta Helena de Goiás, por pouco tempo. E tudo que vivi naquele lugar foram uma eternindade de bênçãos!
    De pessoas lindas e inesquecíveis. A igreja católica, a escola paroquial onde estudei, os nomes das freiras, dos padres, professores, amigos.
    Estão todos gravados no meu coração! !!!!!
    Me tornei artista. Pretendo pintar a imagem dessa gloriosa e querida
    Santa Helena.
    By Mariza


    ResponderExcluir
  3. Quando eu tinha 13 anos ouvir minha mãe fala de uma oração que ela fez pra saber se ia casar, ai eu a perguntei ela já avia esquecido pq foi alguém que tinha dado a ela eu só sabia o nome da santa que ela tinha me falado,agora se bem qual foi a oração e td que ela sonho aconteceu,a muito tempo procurava por esta oração.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado por partilharem sua devoção e fé. Louvado seja Deus em seus Santos e ,em especial, em Santa Helena.

    ResponderExcluir